Revisado: 29/10/2003

Módulo 1

 

 

Introdução à Produção de TV

 

Então, você quer realmente aprender Produção de TV?  

Muito bem, você veio ao lugar certo, mas antes de começar, vamos esclarecer algumas coisas.  

  

Este Não É  Um  Curso de Home Video 

Este tutorial é dirigido a pessoas interessadas em utilizar vídeo profissionalmente ou como um meio de realização pessoal.  

O tutorial é composto de 70 módulos e mais leituras suplementares, que incluem tópicos sobre a transmissão de TV via satélite ou fibra ótica, a programação de áudio e vídeo, a produção de CD ROMs interativos... incluindo os aspectos da Publicidade e Relações Públicas envolvidos nestas questões. 

É um trabalho bastante abrangente e, se você quiser realmente aprender, deverá dedicar tempo e energia para absorver todo esse conhecimento.  

Cpessoa que já treinou centenas de profissionais de produção de vídeo ( para não mencionar as duas décadas de experiência como profissional do ramo), posso garantir que ao completar o estudo desses módulos, você terá um domínio bem razoável sobre o assunto.  

Embora este tutorial enfatize as técnicas de produção de vídeo em estúdio ou em campo, o material aqui apresentado se aplica a uma grande variedade de outros veículos, baseados em áudio e vídeo. Tenho certeza de que estes conhecimentos básicos lhe serão bastante úteis.  

É conveniente e desejável que você tenha acesso a equipamento de gravação e edição de áudio e vídeo para trabalhar, seja ele de sua propriedade, de uma escola ou outra instituição.  

Não se aflija, porém, se você não tiver acesso a alguns dos equipamentos discutidos no decorrer deste tutorial. De qualquer forma, é importante saber que eles existem e conhecer as técnicas utilizadas nas grandes produções.  

Por exemplo, você pode se ver, de repente, numa situação onde tal conhecimento seja essencial. (você já preencheu algum formulário para seleção de estagiários ou funcionários, onde se pede que os candidatos façam uma relação dos equipamentos e softwares, etc. com os quais têm familiaridade?)  

Cinegrafistas, escritores, diretores, produtores, e até mesmo atores, já comprovaram que ter uma compreensão sólida das ferramentas e técnicas de todo o processo é fundamental para o sucesso de suas produções (para não mencionar o de suas carreiras).  

No mundo high-tech de hoje, Conhecimento é Poder. 
 

  Uma Visão Panorâmica
do Processo de Produção
 

Primeiro, vamos sobrevoar a área, só para você ter uma visão 
 global do processo, depois voltaremos a estes mesmos pontos, 
com mais detalhes, e aí você vai entender como as coisas se 
encaixam e qual a importância dos vários elementos.  

Vamos pensar grande. Vamos visitar o mundo das grandes 
produções. Muitas das coisas que iremos ver, adquirem outra 
proporção, combinam-se ou são completamente eliminadas nas 
produções menores.  

  

Quem Faz ...O Quê? E Por Quê ?  

Esta é uma longa lista !  

O principal responsável pelo programa é o produtor - o chefe dos chefes, como você irá ver.  

O produtor prepara o projeto - com o conceito do programa e custos de produção - e toma as decisões importantes. Ele é o líder do time, o responsável pela direção geral da produção. Ele trabalha com o roteirista, define o elenco principal, e contrata o diretor.  

E m produções menores, o produtor será responsável também 
 por coisas mais triviais. Ou então, o diretor (função que será 
 discutida abaixo) poderá acumular as responsabilidades do 
 produtor. Neste caso, o crédito (combinando as duas funções) será de produtor-diretor.  

Algumas produções têm um produtor associado, que agenda as gravações, faz a escala do elenco e equipe técnica e auxilia o produtor, durante toda a produção.  

Em grandes produções, um dos primeiros trabalhos do produtor é contratar um roteirista para escrever o roteiro (o documento que diz a todos o que fazer, o que dizer, etc.). O roteiro é uma espécie 
 de plano de trabalho ou de planta baixa da produção.  

Em seguida, o produtor define o elenco do programa. A categoria elenco inclui: atores, repórteres, apresentadores, convidados, narradores - qualquer pessoa, cuja voz ou imagem, seja gravada pela câmera.  

Algumas vezes, a categoria Elenco é dividida em três sub-categorias: atores (que representam personagens em produções dramáticas), apresentadores (que apresentam 
programas jornalísticos ou de auditório), e locutores (que não aparecem na tela).  

Em grandes produções, o produtor é responsável pela contratação do diretor. 

O diretor é responsável pelo programa, durante todas as fases da produção. Durante a fase de pré-produção (antes da gravação), ele coordena as atividades da equipe e ensaia o elenco. É ele também quem determina a posição da câmera e dos atores em cena, define os ângulos e planos durante a gravação e supervisiona a edição, na fase de pós-produção.  

Em outras palavras, o diretor é o comandante da linha de frente, o responsável pela transformação do roteiro em um programa de TV.  

O profissional que presta assistência ao diretor na sala de controle tem o título de diretor técnico. Ele opera a mesa de corte (video switcher). 

O diretor técnico também é responsável pela coordenação dos aspectos da produção (embora, as responsabilidades de cada membro da equipe variem muito de uma produção para outra).  

A equipe de um programa poderá também incluir um ou mais assistentes de produção para ajudar o produtor e o diretor. Durante os ensaios e gravações, esses profissionais fazem anotações sobre as necessidades da produção e mudanças no esquema, notificam a equipe sobre as modificações, etc.   

O diretor de fotografia faz o plano de luz, especifica o equipamento necessário, posiciona os instrumentos e controla a luz, durante a gravação. (Como veremos adiante,  a iluminação pode levantar ou derrubar uma produção).  

Em algumas produções haverá um cenógrafo que juntamente com o diretor e o produtor projeta o cenário e supervisiona a construção, pintura e instalação.  

Além disso, haverá uma equipe de cabeleireiros e maquiadores, responsáveis pela aparência do elenco. 


Voltar ao Índice             Próximo módulo


Search For Terms     

Bibliography / Additional Readings                      To TV Production Index

                  

© 1996 - 2002, Ron Whittaker
Tradução Graça Barreiros